ITAL completa 50 anos de apoio ao setor de alimentos, ao agronegócio e para a sociedade

Nestes 50 anos, o ITAL desenvolveu centenas de projetos de sucesso, fazendo com que o trabalho da instituição esteja presente em diversos alimentos consumidos pela população brasileira.
31 de agosto de 2013 | 14:14

No próximo dia 30 de agosto, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (TAL-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo completará 50 anos de desenvolvimento de pesquisas, inovação, assistência tecnológica e capacitação na área de alimentos, bebidas e embalagens. A data será comemorada com uma solenidade que contará com a presença do secretário adjunto de agricultura e abastecimento do Estado de São Paulo, Alberto José Macedo. O evento acontece no dia 30 de agosto, a partir das 10h, no ITAL, em Campinas.

Nestes 50 anos, o ITAL desenvolveu centenas de projetos de sucesso, fazendo com que o trabalho da instituição esteja presente em diversos alimentos consumidos pela população brasileira.

O ITAL foi fundado em 1963, como Centro Tropical de Pesquisas e Tecnologia de Alimentos (CTPTA), em um período em que o avanço na produção agrícola do País, decorrente da tecnologia aplicada no campo, levou à necessidade de desenvolvimento de pesquisas para garantir melhorias em toda a cadeia de alimentos.

“A partir da criação do ITAL, o primeiro instituto de tecnologia de alimentos do país, uma série de outras entidades foram criadas: a primeira faculdade de engenharia de alimentos do país, associações e outras entidades de apoio como a Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA), foram formadas para melhor organizar e desenvolver a então indústria de alimentos brasileira”, conta Luis Madi, diretor do ITAL.

A partir dessa estrutura, o ITAL iniciou sua trajetória de desenvolvimento de pesquisas e novos produtos, oferecendo para o setor de alimentos e embalagens o conhecimento necessário para a produção de alimentos seguros e de qualidade.

Atualmente, o ITAL conta com unidades de pesquisa especializadas em todas as áreas do processamento de alimentos, bebidas e embalagens. 

De olho no futuro 

Em 2010, o ITAL formou um grupo de especialistas que estudam as tendências e inovações do setor de alimentos de todo o mundo, de modo a relacioná-los com as mudanças da população brasileira e a estrutura do setor no país. 

Os primeiros resultados desses estudos mostraram que as áreas de processamento e engenharia de alimentos necessitam de ações muito mais estratégicas do que as enfrentadas na década de 1960. “As transformações da sociedade - tais como o aumento populacional, da expectativa de vida, do nível educacional e de renda, preocupação com meio ambiente e com a saúde - exigirão uma mudança do setor de alimentos, bebidas e embalagens, de forma que possa suprir a necessidade de novos produtos em quantidade e qualidade para atender a demanda desta nova sociedade”, diz Luis Madi, diretor do ITAL.

Madi também afirma que a população precisa conhecer melhor o que são e quais os benefícios dos alimentos processados. “Há a necessidade de criar uma estreita relação entre o consumidor e os alimentos processados, quebrando paradigmas resultantes de percepções errôneas e desinformações sobre estes tipos de alimentos. É necessário que a população saiba, cada vez mais, que nestes alimentos podem estar agregados valores que além de saciar a fome, podem trazer bem-estar, prazer, funcionalidade à saúde, entre outros benefícios”, continua o diretor.

Desse projeto, estão sendo realizadas as publicações da série “Trends 2020”, que já possui finalizado o estudo “Brasil Food Trends 2020” e “Brasil Pack Trends 2020”. Estes estudos têm o objetivo de disseminar informações estratégicas de tendências e inovações no setor, para gerar benefícios a milhares de empresas e auxiliando-as de algum modo a inovar e continuar fornecendo à sociedade brasileira produtos alimentícios de qualidade. (Os estudos podem ser acessados no http://www.brasilfoodtrends.com.br/ e http://www.brasilpacktrends.com.br/)

As informações das publicações da série “Trends 2020” também direcionam as pesquisas que são realizadas em todas as unidades do ITAL, fazendo com que o Instituto acompanhe e ofereça ao setor soluções e inovações para estimular a economia brasileira e fornecer à sociedade alimentos seguros e saudáveis. 

O Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios e do ITAL, pretende continuar a manter e intensificar esses laços nos próximos anos, contando com a ABIA na busca da transformação de todo o setor de alimentos, bebidas e embalagens do país, visando a saúde e bem estar da nossa sociedade.

Por: Assessoria

Fonte: Ital em 29 de agosto de 2013 14:08

Pesquisar Tags:

Ital, pesquisa, Tecnologia de Alimentos, engenharia, inovações, Agronegócio


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário
  • Coluna Do Editor

    ...e aqui estamos nós, em 2017!

    Leticia Evelyn Oliva-Cowell
    23 de janeiro de 2017 01:25
    Industria de Alimentos em 2017, nós estaremos acompanhando.