Chia e Linhaça nos pães mais saudáveis

Cereais, grãos e fibras são a tendência do momento para uma alimentação mais saudável. Ampliando as opções para quem é apaixonado por pão.
18 de agosto de 2014 | 12:26

Para atender a essa fatia de consumidores e de panificadores, a Puratos desenvolveu a linha de mistura Puraví Integral. “Quero destacar o Puravi Integral com chia e linhaça, que assim como os demais sabores, proporciona pães com sabor diferenciado e formatos variados”, diz Maria Célia Costa, Gerente de Produto e Embaixadora de Nutrição da Puratos. É uma excelente opção para o café da manhã, para o preparo de deliciosos sanduíches, ou simplesmente para acompanhar as refeições, etc.

A mistura Puraví é de fácil preparo, prática e versátil; permite elaborar pães com miolo macio e coeso e traz um forte apelo de saudabilidade, pois é fonte de fibras, tem baixo teor de gorduras totais, zero de gorduras trans e alto teor de ômega 3: 2 fatias de Puraví Pão Integral com chia e linhaça (50 g) tem 0,7 g de ômega 3. 

Chia e linhaça são as sementes com maior quantidade de Ômega 3 na natureza, chia é a palavra Maia que significa Força. O nome científico da linhaça, “linum usitatissimum”, significa “o mais útil linho”, devido aos muitos usos culinários e medicinais da semente. 

Além disso, a mistura Puraví já vem com o adequado teor de sódio recomendado pela Anvisa, porém combinando sabor e saúde num mesmo produto.

“No Brasil e no mundo esse mercado Saudável cresce a uma média de 15% ao ano e os panificadores estão cada vez mais atentos para atender essa fatia de mercado com novidades”, acrescenta Maria Célia. ”As padarias podem oferecer um portfólio de pães integrais sempre fresquinhos, como alternativa ao pão Frances”.

A Puratos conta com a tecnologia Soft’r para o desenvolvimento da pré mistura Puravi: blend de enzimas e emulsificantes exclusivos que proporcionam frescor prolongado ao produto final. 

Fonte: Puratos em 18 de agosto de 2014 12:22

Pesquisar Tags:

Puratos, chia, linhaça, panificação, Puraví


Permalink |

Comentários

Deixe um comentário